Essa Tal Prosperidade…

Estamos muito felizes por participar do ambiente do Garimpando, de nosso querido Marcelo Sampaio, com quem compartilhamos muitos valores de vida!
Nosso ofício é propiciar a realização da Prosperidade (sempre com maiúscula!) na vida das pessoas, amigos, empresas...enfim, somos agentes fomentadores de Prosperidade!
Apenas para nos apresentar, somos coaches, formados pela Sociedade Brasileira de Coaching em Personal & Professional Coaching, Positive Coaching e Executive & Business Coaching, além do grau de Master Pratictioner em Programação Neurolinguística pela Sociedade Brasileira de Programação Neurolinguística, e Hipnose Ericsoniana.
À parte desta formação, artista plástico e dentista (Cesario Horta Junior) e advogado (Marcelo Guimarães).

E vamos a Essa Tal Prosperidade...

O título da coluna (e o nome de nossa empresa) sugere um questionamento (por isso as reticências ao final do título): essa tal Prosperidade... parece que existe, já ouvimos até falar dela, acho que algumas pessoas inclusive já a conquistaram, mas... de fato, será que ela é possível? Essa tal Prosperidade...?

A palavra Prosperidade não é muito utilizada em nosso vocabulário cotidiano. Temos mais familiaridade, maior frequência no uso da palavra riqueza, e não na utilização da palavra Prosperidade. Importante ressaltar que não se tratam do mesmo conceito.

Lembro que costumava usar a expressão “Próspero Ano Novo”, nos finais de ano, mas, olhando para o passado, percebo que, na realidade, nem sabia ao certo o que queria dizer... Próspero Ano Novo.... (?)

Como dissemos, a Prosperidade é diferente da riqueza. A Prosperidade engloba a riqueza, mas vai muito além desta. Abrange, sim, a produção financeira de cada pessoa, de cada empresa, mas inclui outras áreas da vida que são também essenciais para haver “um ser próspero”!

Em nossas palestras, temos visto que é bem comum as pessoas restringirem suas vidas a apenas algumas áreas: dinheiro, trabalho, saúde e família, por exemplo.

A Prosperidade inclui tais campos, mas, por exemplo, implica também, necessariamente, em desenvolvimento intelectual, relacionamento social, relacionamento amoroso, contribuição social.... e por aí afora...

Outra diferença importante entre a Prosperidade e a riqueza tem a ver diretamente com o impacto que cada uma delas gera no ambiente social. Prosperidade, para que seja considerada Prosperidade, deve, necessariamente, implicar no crescimento do entorno de cada um de nós. Ou seja, quando eu prospero, os outros também tem que prosperar, ou, em outras palavras, para que eu tenha Prosperidade, eu devo ajudar aqueles que me rodeiam a também criarem a suas vidas com Prosperidade.

A Prosperidade é como uma cachoeira que forma um lago, cuja água não fica nunca parada, e que transborda de energia, criando um curso d`água, propiciando o crescimento de todo o terreno pelo qual passa. Já, de outro lado, a riqueza, isoladamente analisada, é como se fosse o mesmo lago, com as águas paradas, no qual o lodo vai se depositando ao fundo, a oxigenação vai diminuindo e a vida vai se extinguindo.

Além desta característica, a Prosperidade, para ser atingida, exige coragem, pois requer que cada um de nós assuma as rédeas da própria vida, encare as próprias limitações, vá atrás do conhecimento necessário, tenha uma melhor gestão do tempo, abrindo mão de atividades (e quiçá de alguns “amigos”) que já não têm mais propósitos, e conquista o que realmente vale a pena, individualmente, e harmonia com os valores pessoais.

Por isso, há sim um caminho para “essa tal Prosperidade..”, caminho este possível de ser realizado, que implica em trabalho, opções pelo que realmente propósito, revisão de valores e de hábitos que já não fazem mais sentido...E, como resultado, a vivência de uma vida com mais sentido, mais inteligente, com superação de desafios e realização como ser humano! 

Essa tal Prosperidade...

Eu não deixaria de entrar em contato... essatalprosperidade@hotmail.com e siga-nos em nosso Instagram para compreender um pouco mais sobre @essatalprosperidade.