Marrocos | Gastronomia – Nos restaurantes

Os restaurante já encantam pelo visual. Com decoração carregada de vermelhos, dourados e azuis eles trazem toda a personalidade marroquina/árabe pro ambiente fazendo-nos entrar no espírito cultural local.

As tajines – feitas num recipiente de barro, que precisamente se chamam tajines – são também um prato típico marroquino e muito servidas em todos os restaurantes e que são preparadas cozidas ao vapor e estufadas. Como são feitas em lume médio ficam bastante apuradas, com sabores muito distintos. Existem diversas propostas de sabores para as tajines. Pode ser de frango com limão, ou cordeiro com ameixa ou figos, ou simplesmente com variados legumes. Você é quem decide de qual gosta mais.

Os legumes são muito usados na gastronomia marroquina – cozidos a vapor como complemento ou em saladas – e os mais utilizados são a berinjela, o pimentão e a abobrinha. Nas carnes são mais usados frango, aves, borrego e até mesmo camelo. Sabe que provei e gostei? Claro que as especiarias estavam bem presentes no sabor, principalmente o zattar, a canela e a noz moscada.

Nos restaurantes das zonas costeiras que os peixes são mais consumidos, geralmente servidos fritos ou cozidos com muitos legumes. Também muito conhecida na gastronomia marroquina é a pastilla. É um folhado, com massa fina, com recheio agridoce que pode ir variando, dependendo do que quiser adicionar ao prato. Pode ter carne, frango ou carneiro, frutos secos, frutos do mar ou legumes. Delicioso!

As sopas marroquinas são também bastante ricas em ingredientes e sabor A típica sopa marroquina é chamada de harira, feita com lentilhas, grão-de-bico, cordeiro, tomate e vegetais variados. Existe ainda a bissara, uma outra sopa feita com ervilhas ou fava e azeite e muitas vezes condimentada com especiarias.

Nas sobremesas o mel é muito usado, por isso, encontramos os bolinhos de mel, crepes, feqqas (biscoitos com amêndoas) e os ghoriba (bolinho de côco ou amêndoa e sésamo).

No Marrocos come-se com a mão direita – o polegar e os três primeiros dedos – e o pão está em todas as mesas como acompanhamento e porque também ajuda a empurrar a comida. A tradição manda que se coma de uma única travessa comum, para todos os que se sentarem à mesa. Mas, nos restaurantes, tem sempre talheres para os estrangeiros que não acostuma-se com esse hábito local.

Alguns dos restaurantes que fomos e amamos foram o “Basmane Restaurant Morocain” em Casablanca, o Restaurante do “Riad Sheherazade” em Fez, o “Dar Yacout” dentro de uma Medina em Marrakesh (lindíssimo e delicioso), o “Crystal Restaurant” dentro do complexo Pacha em Marrakesh e o “Le Marocain” no Hotel La Mamounia (imperdível) em Marrakesh também. Lembre-se; todos necessitam de reservas!

Em São Paulo, capital, indico Restaurante Tanger especialista em comida Marroquina no Bairro de Pinheiros, Rua Harmonia.

-BASMANE RESTAURANT MOROCAIN - WWW.BASMANE-RESTAURANT.COM

-CRYSTAL RESTAURANT LOUNGE - WWW.PACHAMARRAKESH.COM

-DAR YACOUT - WWW.DARYACOUT.COM

-LE MAROCAIN - WWW.MAMOUNIA.COM

-RIAD SHEHERAZADE RESTAURANT - WWW.SHEHERAZ.COM

No Comments Yet.

Deixe uma resposta